Leia sobre: O OUTRO É UM UNIVERSO PARALELO

O OUTRO É UM UNIVERSO PARALELO

universos paralelos

Nós somos todos pequenos universos.

Você não tem controle nenhum sobre o que acontece no universo de um outro ser.

Qualquer mudança que você deseja só pode ser feita em você, no seu ser, no seu universo.

O outro, mesmo aquele com quem você divide a vida, o corpo, a cama, tem vida própria, tem desejos próprios e tem liberdade de ser ou fazer o que quiser.

E o mais importante: o que você é, o que você faz e o que você quer NÃO DETERMINAM NADA do que acontece no universo do outro.

A gente precisa parar de acreditar que podia ter evitado certas situações, que podia ter mantido alguém do nosso lado, que as escolhas do outro poderiam ter sido outras se nós tivéssemos agido ou sido diferentes.

A gente precisa parar de se culpar pelas pisadas na bola do outro, pela infelicidade do outro, pelas atitudes do outro.

Você não é responsável por isso. O outro age a partir dos seus padrões, das suas crenças, das suas memórias, assim como você age a partir dos seus padrões, das suas crenças, das suas memórias.

Conversando com uma amiga outro dia, ela me contou que o seu casamento acabou na fase da sua vida em que ela se sentia mais bonita, mais atraente, mais sarada. Por muito tempo ela se perguntou: será que o fato de eu estar me cuidando, me dedicando a mim o afastou?

Essa é uma atitude muito comum: procurar na gente os motivos para a atitude do outro.

Não perca tempo com isso… se o outro partiu, te traiu ou te agrediu isso não é culpa sua. Ele fez isso porque quis fazer, não adiantaria você ser mais bonita, mais magra,  mais gostosa, mais gente boa, mais dedicada, mais amorosa, MAIS OU MENOS QUALQUER COISA.

Mulheres lindas são traídas, mulheres parceiras e dedicadas são agredidas, mulheres com os mais diversos adjetivos sofrem em relacionamentos abusivos, por histórias que terminam, por amizades desfeitas, por filhos rebeldes.

Situações desagradáveis acontecem com mulheres magras, gordas, legais, chatas, inteligentes ou não. Situações desagradáveis acontecem com qualquer um. Isso faz parte desse jogo chamado VIDA.

Por isso, não se machuque querendo ser o que você não é, brigando com a sua natureza.

Volte sua atenção para esse universo maravilhoso que você já é, se dedique a se conhecer, a se aceitar e a se amar.

Quando você se apaixona por você, as atitudes do outro perdem importância.

Quando você toma consciência do seu poder, o outro (ainda que um universo inteiro) será só o outro.

Com amor,

Marilia Lopes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on email

3 respostas

    1. A gente vive tão emaranhada na energia dos outros que acaba esquecendo de nós mesmas, né? Por isso é tão importante tomar consciência de que somos universos paralelos. Obrigada pela visita, volte sempre!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Fique por dentro!

Seja avisada sempre que surgir conteúdo novo.

Veja também: